Voltar ao topo

Biblioteca Pblica Benedito Leite destina mais de 100 livros para o Iema So Lus na ltima edio do projeto Tera do Cordel Itinerante

Uma tarde inteira dedicada literatura e poesia de cordel. Foi dessa forma que a Biblioteca Pblica Benedito Leite (BPBL) encerrou nesta tera-feira (14) o projeto Tera do Cordel Itinerante, iniciativa realizada em parceria com o coletivo cultural Tapera do Cordel, que uma vez por ms leva a arte do cordel, um dos gneros literrios mais populares do Nordeste brasileiro, para escolas e instituies pblicas do Maranho.

A etapa 2023 do projeto foi encerrada na Biblioteca Laura Rosa, espao literrio do Instituto Estadual de Educao, Cincia e Tecnologia do Maranho (Iema) Unidade Plena So Lus. A programao artstica no Iema So Lus contou com a participao de dois grandes nomes do gnero cordel no Maranho, os cordelistas Moizs Nobre e Raimunda Frazo, ambos integrantes do Tapera Cultural, coletivo de cordel mais antigo do Maranho, com 20 anos de atividade.

Iniciado em 2021 de forma remota, devido pandemia de Covid-19, o projeto foi continuado no formato presencial em 2022 e este ano passou a ser itinerante. Ao longo de 2023 o projeto Tera do Cordel Itinerante foi apresentado a socioeducandos de unidades da Fundao da Criana e do Adolescente do Maranho (Funac-MA) e chegou a sua ltima edio do ano com uma programao especial no Iema UP So Lus.

Por onde passa, o projeto deixa presentes para os anfitries. Nesta edio no foi diferente e para brindar a programao de encerramento, a BPBL destinou um kit bibliogrfico composto por 102 novos ttulos para o acervo da Biblioteca Laura Rosa, do Iema So Lus.

Aonde a gente vai a gente entrega um presente do Governo do Estado, e no poderia ser um presente melhor, so livros. Estamos deixando 102 livros para estimular os estudantes. A gente planta a semente. A gente deixa esse acervo na Biblioteca Laura Rosa para que toda a comunidade escolar possa usufruir. Nossa meta transformar o Maranho em um estado de leitores, frisa a diretora da BPBL, Aline Nascimento.



Cordel maranhense em destaque

O projeto Tera do Cordel Itinerante tem como foco o fomento literatura de cordel, Patrimnio Cultural Imaterial Brasileiro, e, claro, aos cordelistas maranhenses. Na plateia, os estudantes do Iema tiveram a oportunidade de conhecer de perto as narrativas satricas e musicais dos cordis de Moiss Nobre e Raimunda Frazo.

Ao mesmo tempo em que a gente coloca as pessoas que j fazem cordel no estado, que j fazem cordel na cidade, a gente tem o prazer de receber a nova gerao do cordel, de ver a escola abrindo para o cordel, ressalta Nobre, um dos coordenadores do Tapera do Cordel.

A edio no Iema contou com a participao da arte e poesia de Raimunda Frazo. A cordelista maranhense comeou a escrever com apenas sete anos de idade e atualmente, aos 72 anos, ela celebra mais de 50 publicaes, entre livros e cordis. Eu participo desse projeto da Tapera do Cordel h muitos anos. Sempre que vou s escolas sempre estou falando e defendendo o cordel. Hoje eu vou apresentar o cordel Nordestina com orgulho e uma poesia do meu livro Mulheres e Profisses, destaca a poetisa.

Mulher, negra e oriunda de comunidade quilombola, a presena de Raimunda Frazo no evento carregada de simbologias, como afirma Moizs Nobre. Raimunda uma mestre de cordel reconhecida pelo estado. Estamos no ms da conscincia negra e a Raimunda negra, oriunda de comunidade quilombola, mulher, mora na zona rural da Grande Ilha. Isso muito significativo para gente, avalia Nobre.



Novo acervo, novos conhecimentos

Para a aluna Sara Linhares (16) do curso tcnico em Guia de Turismo do Iema So Lus, a Tera do Cordel Itinerante uma oportunidade a mais para os alunos se aproximarem da literatura e do gnero cordel. um conhecimento novo. Quanto mais a gente aprende, mais a gente se desenvolve no mundo. Gosto de me aventurar em vrios gneros. Tem muitos alunos que no se conectam muito com outras reas, como a robtica, e gostam mais da literatura. bom para os alunos se desenvolverem mais na literatura, opina a estudante.

O gestor geral do Iema So Lus, Jonhatan Camilo, agradeceu pela presena do evento no ambiente escolar e festejou a chegada do kit bibliogrfico. A gente fica feliz em receber essa doao dos livros que vem acrescentar nossa Biblioteca Laura Rosa. Ser agraciado com um projeto dessa natureza que vem fortalecer o ambiente das bibliotecas escolares, de suma importncia, pontua Camilo.

O kit bibliogrfico foi entregue pela BPBL, responsvel pela gesto do Sistema Estadual de Bibliotecas Pblicas do Maranho (SEBP). Entre os 102 novos livros, foram destinadas livros literrios, ttulos tcnicos e obras maranhenses.


Fonte : agenciadenoticias


Publicado em 17.11.2023